Um luxuoso palco para as artes

the-peninsula-hotel-michigan-avenue-and-chicago-1

O hotel The Peninsula Chicago recebe neste mês uma exposição de arte da colecionadora Beth Rudin DeWoody. Intitulada de “Whoville”, a exposição coincide com a EXPO CHICAGO, mostra internacional de arte moderna e contemporânea que acontece na cidade entre os dias 22 e 25 de setembro.

A instalação traz obras de artistas locais e ficará no Lobby do hotel até 23 de outubro como parte de um projeto de arte ao público. Whoville é o projeto mais recente dos Hotéis Peninsula em parceria com a Circa 188, que produz programas e exposições de arte de colecionadores.

A coleção de Beth Rudin DeWoody é conhecida por contar com artistas emergentes e consagrados, sendo alguns já expostos em museus como Norton Museum of Art, em West Palm Beach, e Parrish Museum, em Southampton, entre outros.

“Colaborar com a Circa 1881 nesta exposição me dá oportunidade de dividir minha coleção de arte com o Peninsula Chicago e seu público. Não vejo a hora de visitar a EXPO CHICAGO e exibir minhas obras nessa exposição em Chicago, cidade onde muitos dos artistas estão conectados”, diz Beth Rudin DeWoody sobre a iniciativa.

A exposição conta com mais de 30 obras exclusivas de Beth Rudin DeWoody, uma das mais notáveis colecionadoras dos EUA, e celebra o legado artístico de Chicago. As obras contemporâneas foram escolhidas pela curadora Laura Dvorkin, que trabalhou com Beth por muitos anos. A exposição traz, ainda, artistas proeminentes da cena local, do passado e presente, além de uma seleção de obras que exploram cenários exóticos e estética surreal.  As artes são representadas em pinturas, desenhos, colagens, esculturas e instalações de vidro, alumínio e luzes LED.

Obra de Randy Polumbo presente na exposição. Foto de Jacek Gancarz.

Obra de Randy Polumbo presente na exposição. Foto de Jacek Gancarz.

Maria Razumich-Zec, vice-presidente e gerente geral do Peninsula Chicago diz: “Estamos lisonjeados em receber as peças da coleção de Beth Rudin DeWoody. Conhecido por celebrar e estimular a arte no hotel, acreditamos que nossa obrigação é continuar a apresentar trabalhos que provoquem novos pensamentos, emoções e diálogos. As peças selecionadas por Laura Dvorkin seguem essa mesma linha. Esperamos que esta parceria com a Circa 1881 irá elevar a percepção de Chicago como um dos destinos mais importantes de arte”.