Seria só mais uma semana de moda online?

No ano passado, quando os primeiros eventos online começaram a aparecer como a única possibilidade de existir, incluindo as semanas de moda, muito se pensou se essa seria uma real tendência ou apenas uma medida de oportunidade até que pudéssemos nos organizar presencialmente.

Estamos em fevereiro de 2021 e a segunda semana de moda seguindo esse mesmo estilo está acontecendo agora trazendo uma consciência que esse pode ser mesmo os moldes do futuro, ainda que algumas marcas estejam trabalhando na contramão desse movimento, como é o caso de Marc Jacobs e Ralph Lauren que estão de fora dessa temporada.

Nesse caso, então, o maior impacto seria de fato para os organizadores da semana de moda, no investimento, altos custos para criar e desenvolver esses eventos que sempre foram grandiosos, de engajamento internacional, com cobertura excessiva e imprensa do mundo inteiro completamente ativa e inserida. Perde-se patrocínios, cotas de marketing e acordos promocionais. Sendo digital e 100% online, como seria esse fluxo?

Muitos diretores criativos e designers chegaram a declarar no ano passado que antes não conseguiam mensurar que essa dedicação financeira era alta e que tais custos poderiam ser remanejados para outras estratégias e, assim, o público também não precisaria investir e gastar recursos para acompanhar um evento global. Seria e é acessível a todos.

O giro de tendências digitais começa a ganhar outra forma e, nesse sentido, as marcas do Grupo Kering parecem ser pioneiras, como as campanhas de marketing de lançamento de coleção da Gucci dentro de um festival de cinema digital, o videogame da Balenciaga e a polêmica saída da Bottega Veneta das redes sociais.

Ainda que haja uma perspectiva do fim da pandemia, com as vacinações acontecendo em larga escala, o retorno à adesão nas lojas físicas e eventos presenciais podem ser um desafio a ser enfrentado e que as marcas não estão dispostas a encarar tardiamente, por isso, muito mais que ações online, mediar estratégias digitais exclusivas e singulares pode ser a tendência que veio pra ficar.

Adquira o seu Livro Digital - 7 Anos de luxo em 70 artigos