Sabor e saúde à mesa

ikaria-gastronomy-004

Está se tornando cada vez mais ultrapassada a ideia da acumulação e, principalmente, da ostentação como um dos conceitos mais valorizados no segmento de alto padrão.  Tanto os consumidores quanto as marcas e grifes mais prestigiadas do mundo, estão fazendo da experiência a principal forma de manifestação do luxo.

E, é claro, que essa ideia também pode ser percebida na gastronomia e na alimentação. A busca por refeições saudáveis e que equilibram as necessidades do organismo com os prazeres da boa mesa está cada vez mais em alta.

E os brasileiros têm muito a comemorar nesse sentido, já que de acordo com um relatório divulgado pelo Euromonitor, organização especializada na produção de estudos e pesquisas na área econômica, o Brasil é o quinto maior mercado de alimentos e bebidas saudáveis de todo o mundo. No ano passado, os resultados em vendas desse segmento superaram 27,5 bilhões de dólares no país.

Um detalhe que torna os índices de vendas ainda mais significativos é que o país atravessa um período de turbulência política no qual a economia parece ser o setor mais atingido. Mesmo assim, produtos das linhas diet, light, integral e alimentos ainda mais selecionados como linhaça e quinoa registraram excelente saída no último ano.

Ainda conforme a pesquisa, somente entre os anos de 2009 e 2014 o crescimento do segmento de alimentos saudável se ampliou em 98% e a previsão do Euromonitor para os próximos anos é que o mercado continue em crescimento.

E para quem prefere curtir um bom restaurante, a boa noticia é que cada vez mais os estabelecimentos brasileiros investem na gastronomia cuja saúde é um dos principais ingredientes dos pratos. Afinal de contas, a alta gastronomia também pode e deve ser sinônimo de boa saúde e bem estar.

Crédito da imagem: Reprodução.