O Marketing de Influência como tema principal dos 70 Minutos de Luxo

Na noite dessa última segunda-feira, dia 7 de dezembro, aconteceu a última edição de 2020 do evento online “70 Minutos de Luxo”, sendo o terceiro de uma série de 7 que serão retomados assim que o novo ano se iniciar.

Para a ocasião, o tema escolhido foi o marketing de influência, uma vertente do mercado que tem notoriedade há algum tempo, mas que ganhou uma força ímpar com o período da pandemia sendo a melhor e mais eficaz forma de conteúdo com um porta voz de aproximação do grande público.

Ser uma influenciadora nos dias atuais, nada mais é do que especificar uma área de trabalho e se especializar nela produzindo conteúdos reais, com transparência e imediata, transportando a inclusão necessária para aquele nicho. O público que acompanha através das redes sociais, confia, acredita e aposta na palavra daquela formadora de opinião, provocando uma identificação que nenhuma campanha publicitária consegue.

Independente de ser um micro ou macro influenciador, o canal nas plataformas digitais é direto e se tornou uma aposta de sucesso das grandes marcas que acolhem pessoas que possuem seguidores que remetem ao perfil de seu consumidor final.

Mas é claro que para criar esse estilo de referência no universo online, é preciso estar atento a várias estratégias e com um senso nítido e sério de trabalho, para isso convidei as influenciadoras Maiana Bonotto, Izabela Tegon, Karine Rodrigues, Chris Castro, Natália Mosca, Camila Almeida e Juliana Heredia para contar o início e desenvolvimento da carreira de cada uma.

A Maiana Bonotto compartilhou que antes de pensar apenas em vender um produto, é “preciso ter uma história e contexto porque as pessoas precisam ver que ele está na sua rotina, no seu dia a dia”.  Karine Rodrigues deu sequência e comentou que a “conexão com a marca gera muito mais valor que número em si e é preciso passar algo tão real a ponto que a pessoa se envolva com a influenciadora e empresa”.

Camila Almeida, que trabalha como influenciadora digital, mas também desenvolve trabalhos mediando influenciadoras e marcas, contou que é preciso alinhar o crivo do conteúdo, sendo ele extremamente estético e atendendo às exigências das marcas, fazendo, assim, uma entrega confiável. Chris Castro complementou afirmando que a entrega pode ser no formato individual, personalizado com as características do influenciador, mas sempre sendo consistente.

Juliana Heredia deu algumas dicas sobre como produzir esse tipo de consistência no conteúdo e disse que “primeiro você precisa saber o que você vai falar e com quem você vai falar. É ideal criar conexões e rede de apoio, dar suporte para outras pessoas da mesma área e criar relacionamentos que gerem credibilidade”.

Por fim, Natalia Mosca concluiu que é fundamental mostrar autenticidade para aqueles que “conversam diretamente com o seu conteúdo” e Izabela Tegon aconselhou a “sempre aparecer e manter contato diário com seu público, promovendo uma constância de conteúdo”.

Adquira o seu Livro Digital - 7 Anos de luxo em 70 artigos