O luxo de estar vivo

Não tinha como não escrever sobre isso. Virando páginas e páginas de revistas, revendo fotos, andando por Paris vejo um luxo que vai além do comprar. Vejo a vida pouco a pouco voltando ao normal por aqui. Passo por uma porta de loja luxuosa e não tenho vontade de entrar, mas estou feliz que ela existe, ainda está lá.

Paris sofre há alguns dias, agoniza lembranças de uma noite onde o terror e a maldade destruíram a nossa festa e agora? A pergunta ficou no ar, na voz calada de todos que aqui estavam e poderiam sim ser uma das vítimas. Os terroristas só foram em lugares legais onde pairava a alegria, o amor, a arte. E agora? A pergunta ficou no ar, na voz calada de todos que aqui estavam e poderiam sim estar entre as vítimas. Aqui conto o meu caso. Fiquei em casa aquela noite. Tocou o telefone às 22h00. Um amigo me avisa que estão acontecendo uns ataques na Republique. Pensei que era um assalto, algo assim, tentei continuar dormindo, mas o silêncio da noite deu lugar a telefones insistentemente tocando.

Sirenes do lado de fora. Algo acontecia. Levantei e fui ver o que era. Era o fim da paz. A guerra da miséria humana, o total descaso com a vida. Tudo que não se pode ligar ao luxo. Assim passei dias imersa nessa sensação de perda, de falta de vontade de falar, me expressar sobre qualquer tipo de prazer, mas pouco a pouco, as luzes da cidade voltam a brilhar, já é quase Natal e eu, assim como milhões de parisienses, comemoro o luxo de estar viva. Fico por aqui e mês que vem volto com notícias mais bacanas, cheias de vida. Bisous. #prayforparis

Aproveito para publicar algumas imagens feitas da minha janela, em alguns momentos dessas últimas semanas. Elas contém o luxo da vida. Espero que curtam.

Fotos Ana Clara Garmendia

A imagem do silêncio

23

Invalides

Um dos símbolos da cidade luz: a cúpula da Esplanada dos Inválidos brilha durante uma tarde após os atentados. Dias barulhentos de sirenes e o silêncio da tristeza dos parisienses.

221

Entre grades

Detalhes das flores e folhas de outono que caem nesses dias difíceis de outono. O luxo aqui fica por conta do espetáculo da natureza que continua viva.

2333

Banho de lua

Uma lua cheia inundou a cidade essa semana. Foi a volta da luz nas madrugadas que buscam a paz.