News
Gucci passa a aceitar criptomoedas como forma de pagamento

A Gucci se consolidou como uma das marcas mais transformadoras do segmento fashion contemporâneo. A visão ousada do diretor-criativo Alessandro Michele, aliada a uma eficiente estratégia digital e a capacidade ímpar de identificar os interesses de seu público fizeram da grife italiana um destaque quando o assunto é inovação.

E mais uma vez a marca criada por Guccio Gucci demonstra estar plenamente conectada com as revoluções digitais ao anunciar que passará a aceitar pagamentos em criptomoedas em algumas lojas dos Estados Unidos já a partir deste mês. O projeto, porém, é em breve estender a nova possibilidade de compra a toda a rede de varejo na América do Norte.

Além do Bitcoin, ao todo serão aceitas 10 moedas virtuais como Ethereum, Litecoin e Shiba Inu.  Vale lembrar que a Gucci também foi uma das primeiras marcas do segmento fashion a incluir em suas operações a tecnologia blockchain, que permite os pagamentos criptográficos e o uso das criptomedas de forma geral.

Conforme afirmou para a imprensa Marco Bizzarri, CEO da Gucci, a marca “está sempre procurando adotar novas tecnologias quando elas podem fornecer uma experiência aprimorada para nossos clientes. Agora que podemos integrar criptomoedas em nosso sistema de pagamento, é uma evolução natural para os clientes que gostariam de ter essa opção disponível”.