TL 18: Past, PRESENT, Future, por Daniela Busarello.

 TL_18_1.1 video

TL18_1.1.charles-kaisin TL18_1.2.charles-kaisin TL18_1.3.charles-kaisin TL18_1.4.charles-kaisin

“The Fantasies of Charles”, by Charles Kaisin, 2012.

Charles Kaisin é belga. É um poeta do design. E da vida. Criou uma mesa-floresta que acolhe 36 pessoas. São três metros de uma prancha horizontal em carvalho maciço e “pés”- troncos de árvores.  Enquanto alguns troncos sobem até o teto, dando a sensação de continuar além da arquitetura, outros se transformam em castiçais. É como se a mesa estivesse flutuando em meio à uma floresta onírica minimalista. Esta criação foi protagonista de um jantar que ele ofereceu na feira de arte de Bruxelas há alguns anos atrás. A noite se torna ainda mais estimulante-simbólica quando os convidados são recebidos com 36 cadeiras-ninhos nas quais estavam passarinhos que seriam soltos na natureza no dia seguinte. Voavam entre os convivas ao longo do jantar. Símbolo de fertilidade. 36 livros que continham uma pílula de ginseng no seu interior, conhecido por melhorar a qualidade de vida e proporcionar a longevidade, entre outros. Na lombada de cada livro, uma letra. Todos os livros compostos juntos formavam uma frase : “Tudo pertence àqueles que sabem desfrutar”  com 36 letras. O toque final , um piso-tapete-dourado para fazer com que todos “levitassem” nesta atmosfera poética-onírica.
#pastPRESENTfuture

TL18_2.1 casa russo TL18_2.2 casa russo TL18_2.3 casa russo
# savoir vivre : Casa Adriano e Silvia Russo, Milão, 2014.
Uma casa tem espírito e alma. Quando se entra a primeira vez, mesmo que esteja vazia, sente-se a sua aura. Se te corresponde, então é o lugar para se viver. E, à partir daí, passo a passo, vai se transformar no cenário da sua intimidade e da sua visão das coisas e da vida.
#pastPRESENTfuture

TL18_3.1 casaplanchart TL18_3.2 casaplanchart TL18_3.3 casaplanchart TL18_3.4 casaplanchart

 

 
# memória: Casa Planchart, Gio Ponti, Caracas, 1955.

Uma casa modernista clássica na qual cada detalhe foi criado especialmente: arquitetura, design e mobiliário. Um jogo de espaços, superfícies e volumes, ou uma escultura em escala monumental para observar de dentro, de fora, de todos os lados.

#pastPRESENTfuture

TL18_4.1 jewish TL18_4.2 jewish TL18_4.3 jewish TL18_4.4 jewish

# sacro: Jewish Museum, Daniel Libenskind, Berlim, 2001.

Tive o privilégio de visitar este espaço-sensação no ano de sua abertura. Ainda estava “nú” e “crú”: era a arquitetura que se mostrava esplêndida em sua monumentalidade. Uma estrela de David fragmentada. As janelas nas fachadas que representam os “arames farpados “. Uma sala escura onde se entra sozinho, sente a escuridão, a solidão, e apenas ouve o barulho da porta fechar. Uma luz no topo dessa torre. Lá fora, um jardim-labirinto de gigantes-vasos-totens onde estão plantadas oliveiras.O piso é construído em diagonal, ao caminhar desestabiliza os sentidos, perde-se o equilíbrio. até encontrar a calma do jardim superior onde tudo está em paz.
#pastPRESENTfuture

TL18_5.1 superleggera TL18_5.2 superleggera

 

# profano: Cadeira Superleggera, Gio Ponti, 1952.

Apenas um dedo para levantar: leve no olhar, leve na sua matéria. Branca, preta ou palhinha. símbolo da pesquisa de Ponti pela leveza e delicadeza de todas as estruturas de seus designs e arquiteturas.
#pastPRESENTfuture

TL18_6.1 mexico TL18_6.2 mexico TL18_6.3 mexico TL18_6.4 mexico

 

# savoir faire: bulgaria residences, dellekamp arquitectos, mexico city, 2015.

Um simples e belo projeto de edifício habitacional. Materiais locais, linguagem modernista, tecnologia local = inteligência de escolhas num mundo contemporâneo onde a exacerbação pelo novo, pelo outro é tanta que se esquece que o local é tão ou mais poderoso quanto. Valorizar uma cultura, um artesanato é tudo o que eu acredito para a casa e a vida do futuro. Imagens de apresentação com referência ao cinema cult mundial. Inteligência, bom humor e “leveza” de espírito.
#pastPRESENTfuture

TL18_7.1 flying Flames TL18_7.2 flying Flames

# lux: Candelabro Flying Flames, Ingo Maurer, 2012.

Além do mundo do design é o que sempre propõe Ingo Maurer, poeta da luz, ser-inspiração. Estimula os sentidos e o comportamento. Questiona vida, morte, natureza e razão.
#pastPRESENTfuture

 

#pastPRESENTfuture…

 

Adquira o seu novo Ebook - Os conceitos que vão ditar o futuro do mercado.