TL 22: Arte-Arquitetura-Moda, por Daniela Busarello.

Arte, moda e arquitetura sempre estiveram ligadas. Servem de MANIFESTO a uma ideologia, um conceito, uma homenagem.
Cada vez mais artistas interagem na moda: um desenho de textura ou um objeto em si. Prada, Louis Vuitton(Marc Jacobs) foram as pioneiras.
No mundo contemporâneo o mercado da moda é tão importante como o mercado da arte.
As pessoas observam, comentam, aprendem, consomem cotidianamente: revista, internet, loja.
A arquitetura e a arquitetura de interiores vem como consolidação, ou a construção do “templo”.
A arquitetura dos desfiles, ou a cenografia, é a construção efêmera que marca a memória e o fato. Chanel na coréia, agora recentemente em cuba. Louis Vuitton no museu de Niterói (Oscar Niemeyer), Armani construiu seu teatro com Tadao Ando, a Prada com Rem Koolhas (desde as lojas principais, a fundação que inaugurou ano passado e os desfiles).
Já apresentei em posts passados e posso continuar infinitamente.
Uma arquitetura bem conceituada é aquele algo mais que faz com que a gente nunca esqueça!

TL22_1.2_YSL

TL22_1.1_YSL

#marco polo de saias: museu yves saint laurent, studio ko, marrakesh, 2017.
A ser inaugura no outono europeu de 2017, apresentará mais de 20 mil itens entre roupas, acessórios, objetos e desenhos da coleção da Fundação Pierre Bergé Yves Saint Laurent. Prevê espaços para exposições temporárias, auditório, livraria, restaurante, terraço e uma biblioteca com 5000 livros. A escolha por tijolos como material de construção é tanto por utilizar um material e artesanato locais, como também por simbolicamente representar a textura e os fios que compõem os tecidos. Imagens: Studio Ko #artearquiteturamoda #moda #arquitetura

TL22_2.1_casa wabi

TL22_2.2_casa wabi

TL22_2.3_casa wabi

# savoir vivre: fundação casa wabi, tadao ando, puerto escondido, 2014.
Tadao Ando é sinônimo de concreto aparente e poesia. Esta fundação recebe artistas que vêm desenvolver projetos enquanto se inspiram da natureza do local e dos espaços de vida de forte identidade criados pelo arquiteto. Nenhum vidro, ventilação natural, materiais locais, luz e sombra. As paredes de linhas retas e precisas em contraste com o telhado tradicional em madeira e palha, lindamente desenhado. O sítio é dividido por uma longa parede de 312 metros de comprimento que separa norte (programas públicos) e sul (programas privados). Fotos: Edmund Sumner #artearquiteturamoda #arte #arquitetura

TL22_3.1_nendo

TL22_3.2_nendo

TL22_3.3_nendo

# memória: 50 cadeiras manga, nendo, milão, 2016.
Exposição paralela ao Salão do Móvel de Milão:  Nendo cria 50 cadeiras metálicas para a galeria nova-iorquina Friedman Benda. O lugar escolhido? Um Claustro Histórico no centro da charmosa área de Brera. A beleza da cenografia é impressionante! Um carpete preto torna o espaço “neutro”, ao mesmo tempo sacro e imaculado. No centro deste espaço, se instala um quadrado branco (um claustro dentro do claustro) que abriga as cadeiras-objetos inspirados das histórias de quadrinho mangá. As cadeiras estão cuidadosamente instaladas em uma “malha ortogonal imaginária”. A luz do sol interage criando sombras e novos personagens” nessa história. Fotos: Takumi Ota #artearquiteturamoda #arte #design #cenografia

TL22_4.1_st.vital

# sacro: vinho st vidal, studio sonda, berlim, 2014.
Um vinho natural. O desejo de mostrar de maneira poética e didática o complexo mundo das datas das uvas “vintage”. Um trabalho de design em conjunto com o serviço meteorológico croata. Foram coletadas as informações climáticas nos terroirs dos vinhedos para analisar qual dado poderia ser interessante de se transformar graficamente para mostrar o quanto o clima afeta a diversidade da natureza a cada ano. o item escolhido foi a quantidade de precipitação, então os círculos passaram a representar as chuvas para cada mês específico. observando os círculos (quanitdade de chuva naquele mês) é possível entender o conjunto do ano e consequentemente o resultado que isto proporciona no vinho. A importância de entender a natureza. Fotos: Studio Sonda #artearquiteturamoda #arte #design

TL22_5.1_dior

TL22_5.2_dior

TL22_5.3_dior

#profano: dior, barbarito bancel, miami, 2016.
Design district, um cubo “embalado” por “plissados de saias” , ou melhor painéis curvos de uma mistura de concreto ultra-high-performance e pó de mármore. Uma arquitetura leve e sempre em contato com o exterior… para maximizar o ar de Miami: sol, praia, estar à vontade e de uma certa forma o “mundo efêmero”. O edifício é quase como uma escultura que além de ser elegante com suas belas proporções joga com a luz e a sombra formando “novos volumes”. #artearquiteturamoda #moda #arquitetura

TL22_6.1_chanel

TL22_6.2_chanel

TL22_6.3_chanel

# savoir faire : chanel, mvrdv, amsterdam, 2016.
Tijolos de cristal se mimetizam à arquitetura histórica, criando a ilusão de uma parede que se dissolve. O vidro utilizado como tijolo é uma crítica inteligente aos centros históricos europeus que se transformam em conjuntos impessoais de vitrines de vidro. Aqui o vidro respeita a história e as características arquitetônicas e estéticas do lugar e de sua cultura. Tudo começou com um conceito poético e ao longo do tempo foi se transformando numa realidade e inovação tecnológica: uma equipe em Veneza fabricou os tijolos sólidos em vidro e uma equipe na Alemanha criou a cola perfeita. O processo de construção mais pareceu uma experiência de laboratório do que um canteiro de obras: lasers de alta tecnologia, lâmpadas UV e leite foram usados no processo de fabricação. Fica a história de testemunho, a arquitetura e a engenharia contemporâneas de inovação, surpresa e respeito. Toda a fachada é reciclável, cada peça pode ser derretida e remoldada… o futuro do vidro na construção: as Crystal Houses/casas de vidro. Fotos: Daria Scagliola e Stijn Brakkee #artearquiteturamoda #moda #arquitetura

TL22_7.1_lvmh

TL22_7.2_lvmh

# lux : lvmh, daniel buren, paris, 2016.
“Observatory of  Light”  é uma instalação artística de Daniel Buren na arquitetura de Franck Gehry, espaço dedicado à Fundação Louis Vuitton de Arte Contemporânea. Buren cobriu 3.600 peças de vidro com filtros coloridos formando um caleidoscópio gigante. Transparência e cor que constroem novos espaços virtuais internamente e externamente à arquitetura. #artearquiteturamoda #moda #art

Adquira o seu novo Ebook - Os conceitos que vão ditar o futuro do mercado.