Coleção Gucci Cruise 2020 é um manifesto à liberdade e à diversidade

Mais do que uma expressão artística ou uma manifestação cultural que representa um determinado momento histórico, a moda, ao longo do tempo, assumiu por muitas vezes a capacidade de expressar sentimentos e ideias. Muitas coleções que marcaram a história do segmento fashion podem ser consideradas verdadeiros manifestos em que a mensagem transmitida era tão importante quanto os contornos das peças e os materiais utilizados em sua confecção.

A Coleção Gucci Cruise 2020, que foi apresentada na última terça-feira, 28 de maio, nos históricos Museus Capitolinos, em Roma, se enquadra nesse conceito que celebra ao mesmo tempo moda e atitude. Alessandro Michele, mantendo-se fiel ao seu estilo que já se tornou uma referência no universo fashion mundial, compôs uma verdadeira ode à liberdade e à igualdade criando uma moda em que o gênero é apenas um detalhe e o passado, especialmente a década de 1970, é uma das principais fontes de inspiração.

Uma jaqueta em que estava escrito “My Body My Choice” (Meu Corpo, Minha Escolha) ou uma peça que trazia a inscrição “22.05.1978”, numa clara referência à data em que entrou em vigar uma legislação na Itália que protegia as mulheres e legalizava o aborto em determinados casos, são apenas alguns exemplos do interesse da marca e do estilista em abordar temas polêmicos e contribuir para a queda de paradigmas. “Minha nova coleção cruise é, como de costume, uma homenagem a muitas coisas e a diferentes culturas e momentos históricos” afirmou Alessandro Michele.

Confira, abaixo, um vídeo com os principais destaques da coleção.