As collabs como estratégias para gerar valor e reconhecimento de mercado

Foto: Bárbara Narde

O último ano, com a chegada da pandemia e das restrições com o isolamento social, pudemos experimentar e vivenciar novos hábitos e novos modelos de comportamento. Desde a atuação pessoal, individual, até o senso coletivo, a postura profissional e conduta no mercado de trabalho.

Muita coisa mudou, muita coisa se renovou, se adaptou. Tivemos que abrir o olhar para acolher um novo padrão de consumo, por exemplo. Porém, indo nessa contramão, da mesma forma que o novo teve espaço, alguns conceitos que eu já acreditava criaram raízes ainda mais fortes.

Em praticamente todas as minhas palestras, quando alguém me pergunta qual é a melhor tática para posicionamento da marca, eu enumero algumas essenciais e, dentre elas, está a famosa “parceria estratégica”. Quando você encontra sinergia com alguma marca ou pessoa, que conversa com o mesmo público, que carrega o mesmo propósito e que tem uma missão clara, você consegue promover um contato direto e focado com o resultado.

No próximo ebook do Terapia do Luxo, ainda a ser lançado, falamos um pouco sobre isso. Segundo Sean MacDonald, diretor digital global da empresa de publicidade McCann Worldgroup, o marketing passa a incluir as collabs com um dos pilares que vão sustentar o planejamento de uma marca ou empresa.

É a uma fórmula para agregar valor, entusiasmo e definir um julgamento positivo. Pensando nisso é que nesse mês de maio eu vou me aliar a uma nova marca para lançar minha mais nova collab. Leonor Shoes por Manu Berger, uma linha “mãe e filha”, assinada por mim, que faz total menção à história e presença da marca que é natural de Florianópolis.

Para selar o compromisso onde as duas marcas promovem sua identidade na mesma coleção ou produto, é que chegamos no fator comum de trazer a feminilidade e delicadeza para uma peça que é essencial a toda mulher: a sapatilha, um item de conforto e sutileza para o universo feminino.

Foto: Bárbara Narde

Os adereços também reforçam esse toque refinado, com o lenço de seda e que traz em sua essência a figura da bailarina, o sonho de toda a menina e que é transportado de geração para geração.

Dessa forma, o público da Leonor vai ter contato com o meu estilo, além de poder levar a particularidade da marca para todas as pessoas que acompanham meu trabalho e sabem que transporto muitos dos atributos do mercado de luxo para as minhas ideias.

Todas as novidades de mais essa etapa em minha jornada profissional, estará disponível em minhas redes sociais: @manuberger

Adquira o seu Livro Digital - 7 Anos de luxo em 70 artigos