Venda de vinhos on-line cresce 62% em abril

Aposta no e-commerce já vinha sendo feita pela Vinícola Miolo e foi decisiva para o momento atual. Em meio a pandemia do Coronavírus, em que o mundo passou a seguir regras de circulação de pessoas, gerando o distanciamento social, muitos costumes mudaram. Com restaurantes fechados, o consumo de vinho passou a ser um hábito ainda mais caseiro. Com isso, a venda pela internet tem sido a grande alternativa para enfrentar a crise. A Vinícola Miolo comemora um aumento de 62% nas vendas on-line durante o mês de abril, se comparado ao mesmo período do ano passado. Março também fechou em alta com um acréscimo de 52% sobre o mesmo mês de 2019.

A marca, que já atua há oito anos com loja virtual, vem intensificando ações para aumentar a representatividade do e-commerce. Segundo Eduardo Lapenda, responsável pelo setor, o objetivo é chegar a 10% em até cinco anos. “Acreditamos que as vendas on-line deverão seguir em alta nos próximos meses. Estamos trabalhando numa nova plataforma e na oferta de kits que atendam a demanda deste consumidor que está em casa, ampliando e qualificando a experiência de cada cliente”, comenta.

Uma das estratégias adotadas pela Miolo para o enfrentamento da Covid-19 foi de oferecer frete grátis em todo território nacional para compras acima de seis garrafas. A loja virtual disponibiliza todos os rótulos da vinícola que tem o maior portfólio de vinhos finos e nobres do país. Entre vinhos e espumantes são 120.

 A Miolo é a única vinícola brasileira com unidades em quatro diferentes regiões produtoras do Brasil – Miolo, Vale dos Vinhedos (RS), Terranova, Vale do São Francisco (BA), Seival, Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén, Santana do Livramento, Campanha Central (RS). Isso permite ao consumidor poder escolher entre vinhos finos e espumantes dos mais variados estilos e preços.