Um ícone à venda

postagem-01

Nos últimos dias do ano passado a divulgação da notícia de que o estilista Pierre Cardin tornou público o interesse em vender sua marca foi o assunto mais comentado no universo da moda e no segmento de alto padrão.

Um dos principais motivos que levaram Pierre Cardin a tomar essa decisão foi o declínio nas receitas registrado especialmente no último ano. Entretanto, quem tiver interesse em adquirir uma das marcas mais famosas e conhecidas do mundo não deve desembolsar pouco: Pierre Cardin afirmou que não venderá a marca que leva o seu nome por menos de um bilhão de euros.

A fortuna acumulada pelo estilista ao longo dos seus 94 anos de vida colocam Cardin entre as 200 pessoas mais ricas do planeta.

Uma informação curiosa é que apesar do anúncio da venda da marca ter circulado nos principais meios de comunicação de todo o planeta, nenhum grande grupo empresarial demonstrou interesse. O estilista, consolidando a reputação de nunca ter tido papas na língua em toda a sua carreira, retrucou dizendo que pode se dar ao luxo de morrer sem vender a marca que criou. “Se não têm dinheiro não comprem” ressaltou o estilista.

Vale lembrar que a intenção de vender a marca que leva seu nome já está presente na mente de Pierre Cardin desde os anos 1980. Entretanto, agora devido aos resultados aquém das expectativas, o interesse pela venda aumentou.