Top 5: receitas da gastronomia internacional para saborear no verão

A gastronomia é um verdadeiro espelho do mundo e em cada receita é possível perceber um pouco das tradições, dos costumes, da história e até mesmo dos sabores que compõe uma determinada região do mundo. Para o seu verão fique ainda mais delicioso, o Terapia do Luxo elaborou uma relação com cinco pratos da gastronomia mundial que são ideais para curtir durante a estação mais quente do ano. Confira.

Ceviche

Um dos pratos mais tradicionais da culinária peruana, o ceviche tem como base um peixe cru marinado em suco de limão, laranja lima ou outra fruta cítrica. Para a receita tradicional é fundamental que o peixe seja branco, ou seja, que não contenha muita gordura. Entre os ingredientes obrigatórios da receita também estão a cebola e a pimenta.

Croque Monsieur

Considerado uma espécie de releitura de um tradicional sanduíche feito na Inglaterra, o croque monsieur é um autêntico clássico da gastronomia francesa.  Em sua versão clássica tem queijo, presunto e molho bechamel. Um aspecto interessante da receita que é ela é ideal tanto para um lanche mais descompromissado quanto para um jantar com os amigos e a família.

Guacamole

Muito popular no Brasil, o guacamole é uma receita tradicional da culinária mexicana e basicamente consiste em uma espécie de purê de abacate ao qual é adicionado diversos temperos. Como o abacate é um alimento que apresenta diversas propriedades para a saúde, seu consumo é amplamente recomendado.

Sushi

O sushi é provavelmente o prato mais conhecido da culinária japonesa. Se as versões mais tradicionais são comuns em todo o mundo, no Brasil é possível encontrar sushi com banana, doce de leite e outros sabores que são tradição por aqui. Os vinhos brancos são bebidas que se harmonizam muito bem o sushi.

Tabule

O tabule é uma receita de origem libanesa que, normalmente, serve como aperitivo ou entrada para uma refeição mais elaborada. Essencialmente, é uma espécie de salada que normalmente conta com tomate, cebola, triguilho e diversas ervas. No Líbano é comum seu consumo em cima de folhas de alface.