Sensações e experiências em volta do vinho que vão muito além do sabor

O mundo do vinho fascina as pessoas porque abrir uma garrafa e compartilhar o momento é uma experiência democrática, divertida e ao mesmo tempo sofisticada. É assim, também, o mundo dos vinhos Miolo. De uma tradicional visita guiada, passando por uma tarde no jardim do vinho ou navegando pelas águas do Velho Chico degustando um espumante, até se tornar um Winemaker e fazer seu próprio vinho, a vinícola oferece experiências tanto para quem é conhecedor no assunto quanto para quem é iniciante e curte saborear um bom vinho.

O Wine Garden Miolo é um exemplo de pioneirismo no gênero. Literalmente no pátio da vinícola, no Vale dos Vinhedos, o espaço aberto é um convite ao prazer de brindar. A proposta foge o tradicional, gerando uma experiência em contato com a natureza do local. Em taça ou garrafa, vinhos e espumantes podem ser degustados ao ar livre em bancos, pallets, almofadas, cadeiras e agora no inverno ao redor de uma fogueira e no aconchego de mantinhas. Não há cobrança de ingresso, apenas o consumo que inclui, além dos vinhos e espumantes, um cardápio de comidinhas da estação.

Na unidade do Vale dos Vinhedos, uma das quatro que a marca opera, são mais de 200 mil visitantes por ano. Ainda no Rio Grande do Sul, a Miolo aposta no Trem do Pampa, projeto que está às vésperas de sua concretização. O passeio desembarcará na Almadén, incrementando ainda mais o enoturismo na região que já conta com visitação e degustação, assim como no Seival.

Mas as experiências em torno dos vinhos Miolo não param por aí. Para quem deseja fazer seu próprio vinho com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVVV), a empresa oferece o programa Winemaker Miolo – único na América Latina -, com condução exclusiva de Adriano Miolo, diretor superintendente da empresa. Cursos rápidos de degustação fazem parte dos inúmeros atrativos.

Crédito das imagens: Dandy Marchetti e Divulgação Miolo.