Salvatore Ferragamo obtém certificação de empresa socialmente responsável

A sustentabilidade, definitivamente, está integrada a agenda das principais marcas de luxo do mundo. Poucos dias após a Gucci anunciar que havia atingido a importante marca de zerar suas emissões de carbono, outra grife italiana, a Salvatore Ferragamo, passou oficialmente a ser reconhecida como uma organização socialmente responsável.

Com a conquista da certificação SA8000, a marca italiana pode ser considerada, oficialmente, uma empresa cuja responsabilidade social faz parte de suas estratégias principais. O reconhecimento tem como objetivo destacar que as empresas selecionadas atendem em nível de excelência os padrões éticos para o desenvolvimento sustentável em seu segmento de atuação.

Um detalhe que torna ainda mais importante a certificação, é que ela não se restringe apenas a questão e, também, diz respeito a proteção dos direitos humanos e, em especial as normas contra a exploração dos trabalhadores. Vale lembrar que até março de 2020 a marca apresenta a exposição Sustainable Thinking que revisita a ligação de longa data do designer com a sustentabilidade.

Conforme ressaltou Ferrucio Ferragamo, CEO da marca, “esse é um objetivo importante, um compromisso ético que segue o desenvolvimento de um caminho de responsabilidade social corporativa. De fato, adotar a certificação SA8000 significa considerar o impacto social de nossas atividades, além das condições em que funcionários, parceiros e fornecedores operam”.

Crédito da imagem: Exposição Sustainable Thinking – Salvatore Ferragamo/Divulgação.