Responsabilidade social na palma da mão: LVMH vai fabricar álcool gel para doar a hospitais

O grupo LVMH anunciou que, a partir desta semana, as fábricas de cosméticos de marcas como Dior Parfums, Guerlain e Givenchy Parfums, que fazem parte do seu conglomerado, deixarão de fabricar produtos para o mercado de luxo e irão investir apenas na produção de álcool gel para as mãos, a fim de combater a epidemia de coronavírus. Os produtos serão distribuídos gratuitamente às autoridades francesas e hospitais da França.

A decisão foi anunciada em um comunicado distribuído à imprensa. “Dado o risco de falta de álcool gel na França, Bernard Arnault instruiu a divisão de perfumes e cosméticos da LVMH para preparar as fábricas para produzir quantidades substanciais de álcool gel para serem entregues às autoridades públicas”, afirmou o texto.

O aviso diz que o gel será entregue sem custo às autoridades de saúde da França como prioridade. Com essa iniciativa, uma atitude consciente em relação ao momento que estamos enfrentando, o grupo LVMH quer ajudar a minimizar o risco de falta de produto no país e ajudar o maior número de pessoas a continuar adotando as ações corretas para se proteger contra a propagação do vírus.

O grupo afirmou que irá manter o compromisso pelo tempo que for necessário, junto às autoridades de saúde da França. Até o momento, o país já registrou cerca de 5.437 casos, com 127 mortes. Por lá, eventos culturais e esportivos estão suspensos. Restaurantes e bares baixaram suas portas e as aulas foram suspensas.

Na Itália, atual epicentro da doença e país da Europa mais afetado pela pandemia do Covid-19, marcas de luxo italianas como Dolce & Gabbana, Armani e Bulgari também adotaram medidas para ajudar o país na luta contra a doença.