Pesquisa aponta a presença digital como estratégia vital para as marcas de luxo

Na última quarta-feira, 22 de maio, o Terapia do Luxo publicou uma matéria em que destacava o aumento do interesse das marcas de luxo em investir no e-commerce brasileiro. Se o início do ano ficou marcado pelo encerramento das atividades das lojas físicas de algumas grifes tradicionais, outras importantes marcas estão percebendo que os investimentos no comércio virtual são estratégicos para o futuro dos negócios.

É exatamente esse um dos resultados da pesquisa realizada pela Altagamma Retail Evolution e divulgada recentemente. O estudo indica que a ampliação da presença digital se tornou um dos principais desafios das grandes marcas do setor. Além da necessidade de ficar em evidência no universo online, a importância de se adaptar aos padrões dos consumidores das novas gerações e a busca pelas melhores localizações no mercado em nível global são dois outros aspectos que impactam diretamente os resultados das organizações.

O ambiente virtual promoveu muito mais do que a democratização do acesso aos bens de luxo, ele literalmente ampliou muito a concorrência, uma vez que é possível comprar produtos de qualidade, de marcas com atuação mais recente no mercado, e com valores mais atraentes do que os similares de marcas clássicas. Essa mudança nos padrões de consumo já vem promovendo grandes mudanças no setor, um bom exemplo disso é a Ralph Lauren que para ampliar sua competitividade precisou investir de forma contundente no comércio digital.

A Dior (no alto da página) e a Burberry (acima) são exemplos de marcas que conquistaram um importante destaque também no universo online

Outro dado que merece ser analisado com atenção pela indústria é a questão da utilização dos algoritmos como elemento central no mercado de luxo. As grandes empresas ligadas ao comércio online já utilizam essa ferramenta para se posicionar frente aos interesses dos novos públicos e, principalmente, buscar os produtos de alto padrão que dialoguem de forma mais assertiva com os novos desejos de consumo.

Não resta dúvida que o universo digital está impactando de forma decisiva a economia mundial e o mercado de luxo não foge a essa regra. O futuro das marcas do setor depende, essencialmente, da capacidade de encontrar formas de ampliar a participação nesse mercado sem, jamais, perder a essência que foi construída ao longo do tempo.

Crédito das imagens: Divulgação.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.