Os vinhos suíços

vin suisse

Ah, a Suíça. Linda sob seus rochedos e extensas montanhas, cenário sagrado, vistos pelos olhos, mas sentidos pela alma. Quando a gente está na Suíça, a sensação é de estar em outro mundo. Há muita civilidade, cada um respeita o espaço do outro, tudo é extremamente organizado, pensado, eles preservam sua história  e seu povo é extremamente civilizado.

E, quem pode imaginar que por lá tem plantio de uvas que resulta em vinho? Tem sim! As videiras estão por toda a parte e embora o vinho suíço não seja conhecido por aqui, não se assuste! O vinho suíço não é muito comum pelo mundo mesmo. Isso porque, sua produção é baixa e seu consumo se detém no país mesmo, onde as pessoas tem a cultura do vinho á mesa.

A Suíça tem uma produção perto da casa dos 1500 hectares  com uma concentração na região de Genebra, Neuchâtel, Ticino, Valais e Vaud. A sua produção se divide nas fronteiras com a França, Itália e Alemanha.

O país cultiva diversas castas e chega a produzir em média um milhão de hectolitros de vinhos, sendo a sua maioria tintos, embora num passado recente teve a produção similar em números de tintos e brancos.

A Suíça francesa preserva bastante a casta Chasselas, e o cartão postal desta região é Vaud, localizada as margens do lago de Genebra, por lá, você vai encontrar os mais conhecidos comerciantes de vinhos, como: Aigle, Chablais e Yvorne.