Os rumos da moda com a união entre Stella McCartney e o grupo LVMH

“Estou particularmente empolgada por poder acelerar o desenvolvimento da marca ao lado de Bernard Arnault e estou ansioso para ingressar na família LVMH, mantendo a participação majoritária. Esta é uma oportunidade extraordinária. Forjar uma parceria com Bernard Arnault, sua família e o grupo LVMH é um novo marco para mim, minha família e todos na Stella McCartney. A marca percorreu um longo caminho desde o seu lançamento; essa nova parceria com a LVMH é um grande reconhecimento desse trabalho. Mas sinto que estamos no começo da aventura e estou ansiosa para construir um futuro brilhante juntos”.

A estilista Stella MacCartney, além de manter a gestão de sua marca, também atuará como “assessora especial” de Bernard Arnault, CEO do grupo LVMH

Foram com essas palavras que a estilista Stella McCartney, através de um comunicado para imprensa, se mostrou comovida o “entusiasmo e o comprometimento” do grupo LVMH que, a parir de agora, a sua marca homônima passa a integrar. Cerca de um ano e meio após o desligamento da grife britânica do conglomerado Kering, a grife volta a integrar um grande grupo de luxo escrevendo uma nova história que deve impactar fortemente o mercado da moda.

O primeiro impacto, certamente, será a potencialização e o fortalecimento das ações à sustentabilidade dentro do grupo de luxo. De acordo com as informações divulgadas, Stella McCartney, além de manter a gestão da marca, atuará como assessora especial de Bernard Arnault, CEO do conglomerado LVMH. Isso implica, sem sombra de dúvidas, no incremento real da sustentabilidade dentro da organização.

A preocupação com a sustentabilidade foi um dos pontos principais que motivaram o interesse de Stella MacCartney em fazer parte do maior conglomerado de luxo do mundo

Outro aspecto importante da união é o incentivo à democratização no universo fashion que o grupo LVMH está demonstrando com a valorização da estilista. Após o anúncio da entrada da marca de Rihanna para a organização e, agora, o desejo de acelerar ainda mais o crescimento de uma marca que já é um ícone no mercado mundial, o grupo liderado por Bernard Arnault destaca que na moda o empoderamento feminino é um dos conceitos chaves.

Por último, mas não menos importante, a nova parceria reflete as estratégias do LVMH para continuar na liderança do mercado de luxo mundial. Com o crescimento sistemático da Gucci e de outras marcas do grupo Kering nos últimos anos, a organização que detém a gestão de marcas como a Louis Vuitton e a Dior mostra a mobilização em busca da manutenção da sua privilegiada posição no segmento.

Crédito das imagens: Reprodução.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.