O novo champagne MCIII da Moet & Chandon

MCIII Champagne

MCIII Champagne

A Moët & Chandon lançou um novo champagne que harmoniza elementos vintage e futuristas. Nomeado MCIII, a nova bebida origina-se da mistura de três vinhos diferentes, crescidos e envelhecidos em metal, madeira e vidro.

Adotando um espírito completamente diferente do Moet Ice Imperial, a marca tem lidado com as colheitas de outono de uma maneira muito original. O Chef de vinícola da marca decidiu inovar dentro dos tipos de materiais utilizados para envelhecimento do vinho.

O novo champanhe contém 37% de chardonnay e pinot noir vinificadas em cubas de inox. O sabor frutado resultado da mistura evoca a sofisticação e o brilho do verão. A bebida também se caracteriza por conter uma elevada proporção de vinhos Grand Vintage de 1998, 2000 e 2002 que foram parcialmente amadurecidos em barris de carvalho. Os ingredientes finais incluem champanhes que datam de safras dos anos 1999, 1998 e 1993.

Os produtores ressaltam que as notas de fundo reforçam a impressão notável de vitalidade. A bebida é uma verdadeira celebração do requinte e da sofisticação. A cor do vinho é um belo amarelo com um brilho dourado e as bolhas surgem de forma natural. No vidro, o vinho libera café, malte e aromas de avelã, bem como notas de pecan e citrinos. Na boca, o néctar lembra frutas cítricas cristalizadas, figo particularmente seco e o acabamento é mineral.

O novo cuvee Moët & Chandon foi nomeado “MCIII” em referência às iniciais da casa e ao processo de mistura de três camadas e amadurecimento de uma década. O lançamento já está disponível para compra na própria Moët & Chandon ao valor de 450 euros.

MCIII-champagne-600x399 MCIII-600x400