O mercado de luxo em expectativa de crescimento

Produtos ligados ao segmento de luxo digital como os smartphones, relógios, joias, perfumes, cosméticos e segmentos como a hotelaria e o imobiliário estão entre os nichos de mercado que devem apresentar os melhores índices de crescimento nos próximos anos.

Essa é uma das conclusões da terceira edição do relatório Fashion & Luxury: Private Equity and Investors Survey 2018 publicado pela Deloitte. Segundo o estudo, a confiança dos investidores do mercado aumentou e, dessa forma, as taxas de crescimento do setor entre 2018 e 2021 devem se consolidar entre 5 e 10%.

As perspectivas otimistas foram destacadas após a análise criteriosa do panorama atual. Conforme os dados divulgados no estudo, o número de transações no mercado do luxo cresceu entre os anos de 2016 e 2017 e a tendência é que continuem assim.

Nesse cenário futuro, o segmento fashion aparece também como um dos principais alvos de investimentos. “Em comparação com 2017, a consolidação contínua na indústria da moda e do luxo tem impacto nos investimentos, que se deslocam para empresas menores, onde os investidores planeiam estimular o desempenho através da implementação de estratégias de internacionalização e mudança de conduta”, destacou em comunicado a Deloitte.

Outro aspecto destacado pela pesquisa é a expectativa de que os países da Ásia e do Oriente Médio impulsem ainda mais o mercado de alto padrão. Novamente, a estimativa leva em consideração o cenário atual em que países como a China já se tornaram um mercado prioritário para as marcas de luxo.

Os dados positivos são ainda mais interessantes para quem deseja ingressar no setor, como investidor ou como empreendedor. Superando um passado recente marcado pelo crescimento tímido e até mesmo retração nos resultados, o mercado premium está se revitalizando e o futuro deve ser bem mais brilhante.

Crédito da imagem: Reprodução.