O extraordinário e luxuoso mundo da marca norte-americana Tiffany & Co.

Glamour, requinte e elegância definem a trajetória da Tiffany & Co. Fundada em 1837, em Nova York, por Charles Lewis Tiffany e Teddy Young, a marca inicialmente foi chamada de Tiffany, Young and Ellis, passando a adotar o atual nome somente em 1853, quando Charles Tiffany assumiu sozinho todas as ações da marca.

Visionário e apaixonado por pedras preciosas raras, Charles Tiffany começou a construir, em meados do século 19, com maestria, o que a marca representa hoje, além de ter sido a primeira joalheira a definir o anel de diamante como símbolo de amor, assumindo também a posição de maior detentora dos melhores diamantes disponíveis no mercado de luxo.

No entanto, muito além de criar e encantar os mais exigentes gostos e apreciadores de joias e pedras preciosas do mundo, a Tiffany & Co. é excepcional em proporcionar o que podemos chamar de experiência aos seus clientes, transformando até mesmo uma simples caixinha de presente em objeto de desejo.

Outro fator que confere o status de queridinha à Tiffany & Co., entre as joalherias de luxo, está diretamente ligado ao seu mérito em aliar a excelência do designer das suas peças às preciosas gemas existentes, como o Yellow Diamond – um dos maiores diamantes amarelos já descobertos.

Além disso, a label ainda possui a habilidade e capacidade de entender os ares e estilos de cada tempo da sociedade e do mundo fashion. Isso pode ser nitidamente notado em suas criações que, durante seu início, tiveram partes do trabalho pautados pelos movimentos Art Nouveau e Art Déco, emergindo, atualmente, do designer mais clássico para as linhas mais modernas. Sua singularidade e sofisticação também foram parar nas telonas da sétima arte. A Tiffany serviu de cenário para o filme Breakfast at Tiffany’s, protagonizado por Audrey Hepburn e que mostra a personagem e sua busca pela felicidade, que segundo ela é um estado de satisfação semelhante ao da sensação de observar as vitrines da Tiffany & Co. pela manhã.

Quer ter uma experiência como esta? Se inscreva nos cursos do Passaporte Fashionista e conheça mais sobre a história da Tiffany e de outras marcas francesas e internacionais. Confira a Agenda de Cursos 2020 e garanta a sua vaga!

A linha do tempo da Tiffany & Co. e suas contribuições à moda

1837 – É aberta a primeira loja da marca em Nova York.

1851 – Considerada a primeira empresa norte-americana a instituir o padrão de prata de lei 0,925.

1853 – Charles Tiffany assume sozinho a grife.

1866 – Os Estados Unidos ganharam o seu primeiro cronômetro: o Tiffany Timer.

1878 – A marca adquire o diamante amarelo fancy, uma das pedras preciosas mais sofisticadas do mundo.

1886 – Charles Tiffany apresenta o anel de noivado como conhecemos hoje.

1961 – Tiffany serve de ambientação para o filme estrelado por Audrey Hepburn – Breakfast at Tiffany’s.

1967 – A label é responsável por produzir o troféu para o primeiro Super Bowl.

1978 – A Tiffany tem como desafio criar um troféu para o campeonato da NBA.

2000 – É criada a Fundação Tiffany & CO.

2001 – Em conjunto com a Pantone, a marca cria a cor “1837 Blue” em homenagem ao tom Tiffany Blue.

2012 – É lançado o metal Rubedo em comemoração aos 175 anos da empresa.

2015 – A marca nomeia o seu primeiro diretor de sustentabilidade.

2017 – A coleções de luxo para Casa e Acessórios e a de perfumes são lançadas.

2019 – A Tiffany lança a sua iniciativa de registro da proveniência de diamantes.

Confira, abaixo, uma galeria de imagens com um pouco da história da marca.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.