O e-commerce além das tendências

Os resultados do comércio online vêm crescendo ano após anos e as principais marcas e empresas do mundo já perceberam que as vendas pela internet não se tratam de uma  tendência passageira.

O mercado brasileiro não foge a essa realidade. Somente no ano passado, o índice de crescimento do e-commerce no país foi de 12,5%. De acordo com o relatório “O perfil do e-commerce brasileiro 2018”, atualmente existem mais de 675 mil lojas online que disponibilizam seus produtos no mercado nacional.

No estudo realizado pela BigData Corp, um dado chama a atenção no que tange o crescimento do mercado: em apenas um ano, os sites responsivos, aqueles que se adaptam a todas as plataformas e formatos de tela, triplicaram seu número. Em 2017 eram aproximadamente 24,2% e, agora, já superam 76,36% dos sites que realizam vendas online.

Outra constatação bastante relevante da pesquisa é o crescimento da importância das redes sociais como os canais preferenciais de acesso ao e-commerce. Mais de 70% das lojas tem presença no Facebook e aproximadamente 16,3% possuem conta no Instagram.

Em um panorama econômico cuja digitalização é uma das palavras de ordem, os investimentos no e-commerce já deixaram de ser um diferencial para se tornar uma verdadeira exigência de mercado.

As principais marcas de alto padrão do mundo já compreenderam que se o atendimento nas lojas físicas precisa ser de excelência, não menos atenção deve ser dedicado ao relacionamento online. Afinal de contas, sendo real ou virtual, o cliente sempre vem em primeiro lugar.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.