O Brasil retratado em versos e acordes

Na última segunda-feira, 21 de maio, o Teatro Opus, localizado no Shopping Villa Lobos, em São Paulo, foi palco da estreia do show que celebra os 30 anos de amizade e parceria musical entre dois ícones do universo artístico brasileiro: Almir Sater e Renato Teixeira.

A dupla responsável por canções icônicas como Romaria e Tocando em Frente, apresentou ao público músicas de rara beleza com sofisticada influências do country, do folk e, é claro, do sertanejo. Nesse caso, vale a ressalva que o termo sertanejo tem o seu significado original, de apego às raízes, de valorização da terra natal, de sentir que o seu lugar de origem é o mais belo e feliz que existe.

Longe de traçar um cenário idealista ou mesmo lúdico, que se afasta das questões sociais mais prementes, as canções unem harmonias suaves e versos inspirados para contar histórias de amor à terra e reflexões sobre a vida em que a realidade do país surge como uma tempestade em dia de sol forte. Em um país polarizado, versos como “Quero viver, Muito além das fronteiras, Dos que só sabem ser, Pedras de atiradeira” da canção D de Destino não poderiam ser mais simbólicos e provocativos.

O repertório do show é composto por músicas dos discos Ar e +Ar, ambos com sucessos da dupla

No repertório do show estão as músicas gravadas nos discos Ar e +Ar, que contém sucessos da parceria de mais de três décadas. O roteiro do espetáculo, entretanto, em nada é engessado e na noite de estreia a dupla surpreendeu a plateia com uma versão intimista de Rei do Gado, clássico de Tião Carreiro e Pardinho.

+AR é a continuação do projeto AR, lançado em 2015, e vencedor do Grammy Latino de 2016. O trabalho traz linguagem solta, com reflexões pessoais que tocam profundamente os corações dos ouvintes, promovendo o diálogo entre a música do campo brasileira e a rural americana.

Através da interpretação emocionada, uma eficiente banda de apoio, canções que fazem parte da memória afetiva do país e uma disposição que mesmo 30 anos depois parece intacta, Almir Sater e Renato Teixeira cantam músicas que retratam o Brasil em versos e acordes. O que mais se pode esperar de um show?

Crédito das imagens: Divulgação.