Novos destinos e novas oportunidades

Os resultados positivos do segmento de luxo registrados no último ano no Brasil demonstram certo otimismo frente ao futuro. Entretanto, mesmo com um cenário atual em que as expectativas são maiores do que em um passado recente, ainda é grande o número de empresários dos mais diversos segmentos que buscam novos ares e oportunidades no mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos.

“O investidor internacional nos Estados Unidos é o empresário que busca qualidade de vida para si e sua família, principalmente no que diz respeito à educação e segurança. No caso de brasileiros, são normalmente das classes sociais A e B, com idades entre 30 e 60 anos”, explica Jack Findaro, diretor financeiro da Visa Franchise.

Sobre o tipo de empresa a ser aberta em terra estrangeira, 31% buscam negócios direcionados para consumidores (business to consumer), 19% desejam negócios que prestem serviços para outros negócios (business to business) e 63% não têm preferência. Quanto à carga de trabalho, 64% se planejam a trabalhar no período integral, 41% em meio período e 32% apenas como investidores.

“Normalmente, o empresário nos procura já desejando a mudança para os Estados Unidos. Entretanto, temos clientes que buscam a residência empreendedora, e clientes que ingressam apenas com investimentos. O principal desafio é entender qual o melhor cenário para cada empreendedor. Se vai envolver mudança de país ou não, e, posteriormente, definir qual o tipo de negócio melhor irá se adequar às suas necessidades. Um processo que pode levar de dois a seis meses, somente a análise econômica. Mas, quanto mais planejamento, mais chance de sucesso”, considera Findaro.

Crédito da imagem: Reprodução.