Novos destinos ampliam seu protagonismo no mercado de luxo nacional

Uma das características que vem se destacando no segmento de luxo global e a realidade brasileira segue a mesma tendência é a democratização do mercado. O conceito refere-se à ampliação da oportunidade em consumir os produtos de alto padrão e, em escala global, pode ser verificado na China. Conquistar o mercado chinês se tornou, na atualidade, o desejo de algumas das principais marcas de luxo do mundo, algo que até pouco tempo atrás não fazia parte das estratégias do segmento.

No Brasil, de forma semelhante, a procura por novos mercados e o interesse dos consumidores em produtos com alto grau de qualidade estão mudando o panorama econômico ligado ao mercado de luxo. Se, São Paulo e Rio de Janeiro tradicionalmente foram os mercados principais do setor, nos dias de hoje as principais marcas de luxo avançam para regiões mais afastadas deste eixo e, o mais importante, é que os resultados têm sido extremamente positivos.

O Shopping Bougainville, localizado em Goiânia, é um dos empreendimentos que confirma o processo de democratização do mercado do luxo no Brasil

Estados da região Sul e Nordeste e cidades como Brasília e Goiânia vêm ampliando seu protagonismo no mercado de luxo nacional com o fortalecimento do mercado e a contínua abertura de lojas das grifes mais importantes do setor. A capital de Goiás é um bom exemplo desse momento e, conforme matéria publicada no último domingo no site do jornal O Hoje “houve uma mudança no comportamento do consumidor goiano, em consequência do aumento do poder aquisitivo, atribuído ao aquecimento do agronegócio presente no Centro-Oeste. Antes, a disponibilidade de produtos de luxo em Goiânia era restrita à joias, relógios, carros e imóveis. Agora, se estendeu a roupas, calçados, bolsas e acessórios, e  mudou a realidade da oferta de produtos em nossa região. Hoje, é possível encontrar muitos objetos de desejo em lojas bem próximas”.

Se Goiânia está se tornando uma referência no centro do país, para citar apenas mais dois exemplos, podemos destacar Curitiba, no sul, e Recife (imagem que abre a matéria), no nordeste brasileiro, como cidades em que o mercado de luxo já se encontra consolidado. Um fato interessante sobre o mercado de alto padrão brasileiro é que sua democratização está diretamente alinhada com a sua descentralização. Os consumidores de todo o país só tem a agradecer.

Crédito das imagens: Reprodução.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.