Novo projeto social da Gucci ampliará a valorização dos designers de moda

Com um crescimento espantoso nos últimos anos e um conceito cada vez mais consolidado junto ao público, especialmente as gerações mais novas, a Gucci é uma referência no segmento de moda mundial. Entretanto, nem essa posição de destaque perante a opinião pública, livrou a marca italiana de ser a protagonista de uma grande polêmica recentemente.

O motivo foi uma peça lançada pela grife que recebeu críticas devido a uma possível relação do seu desenho com a questão da descriminação racial. E para destacar que é, realmente, uma das marcas com maior identificação com o público jovem, a Gucci divulgou o desenvolvimento de um projeto com o objetivo de potencializar o trabalho de designers de moda do mundo todo, especialmente do continente Africano.

Novo projeto da Gucci irá custear os estudos de designers de moda selecionados em diversas partes do mundo através de instituições parceiras da marca italiana

A ideia da iniciativa é que os profissionais recebam formação e tenha a oportunidade de trabalhar nos estúdios da marca localizados em solo italiano.  De acordo com o CEO da Gucci, Marco Bizzari, a “África é uma região do mundo que pode ter um verdadeiro impacto em nosso trabalho de criação em Roma”.

Ao todo já foram selecionadas 12 centros de ensino que serão parceiros do projeto. Com escolas localizadas no continente africano, na Ásia e também ligada ao mundo árabe, a grife destaca a importância da democratização no segmento de moda. As instituições selecionarão um aluno que durante um ano inteiro ficará se capacitando na Itália com todos os custos arcados pela Gucci.

Crédito das imagens: Gucci/Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.