Minimalismo e estética oriental marcam o desfile Cruise de Giorgio Armani

Na última sexta-feira, 31 de maio, Tóquio se transformou em uma das capitais da moda mundial. Afinal de contas, pela primeira vez na história Giorgio Armani realizava um desfile Cruise para sua marca e a cidade escolhida para receber o evento foi justamente a capital japonesa. Ambientado em um dos mais importantes museus de Tóquio, o desfile foi uma espécie de celebração da obra de sua obra. “A coleção é uma versão condensada do meu estilo, que permaneceu consistente ao longo dos anos” destacou o estilista.

Tecidos como linho, seda e cetim se destacaram em looks que tinham uma inspiração minimalista e, muitas vezes, uma estética oriental na qual a discrição era reveladora e as texturas naturais e suaves ajudavam a compor um estilo requintado e luxuoso. Enquanto as modelos femininas exibiam acessórios sóbrios como colares, broches e brincos comportados que completavam o visual, os homens ampliaram ainda mais o minimalismo do desfile com ternos de corte casual que transmitiam toda a elegância que se tornou marca registrada de Giorgio Armani.

Foram mais de 120 looks apresentados na terra do sol nascente e, na coletiva que antecedeu o evento, o estilista declarou todo o seu sentimento pelo país. “O Japão é uma daquelas civilizações que sempre criaram beleza. Uma estética única, uma certa simplicidade, cheia de rigor, que combina o minimalismo austero de sua arquitetura moderna com a profunda compreensão de sua história antiga. É por isso que eu amo o Japão “, afirmou emocionando Giorgio Armani. Embora os últimos resultados de faturamento da marca não tenham alcançado as expectativas, a nova coleção desfilada deve contribuir para que Giorgio Armani retorne aos degraus mais elevados do segmento fashion mundial.

Confira, abaixo, uma seleção exclusiva de looks apresentado no evento.

Crédito das imagens: Reprodução.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.