Mercado de luxo é destaque nos resultados do e-commerce brasileiro em 2019

A Social Miner, empresa especializado em análise de resultados de mercado, divulgou recentemente um relatório mostrando o desempenho do comércio virtual brasileiro durante o primeiro semestre de 2019. A base de dados foi composta por mais 36 milhões de cadastros e o objetivo era levantar os principais indicadores do perfil do consumidor brasileiro.

A pesquisa revelou que setores tradicionais do mercado de luxo, como o de beleza (imagem acima), e moda, ao lado de segmentos como saúde e informática foram os que mais apresentaram representatividade em vendas no período. Entre os setores com ticket médio mais alto, um dos destaques ficou por conta da área de hotéis e viagens, outro segmento clássico do mercado de alto padrão.

O relatório da Social Miner indicou que o desktop ainda é o canal preferencial para as compras via e-commerce no Brasil

Do ponto de vista geográfico, a região que concentrou a maior parte das conversões, com 61,7%, foi o Sudeste, seguida do Sul e Nordeste, com 15%, 14,3% respectivamente. Atrás ficou a região Centro-Oeste (6,4%) e o Norte foi a região que menos converteu, com 2,7%. Vale destacar que a região Nordeste cresceu dois pontos percentuais em relação ao seu desempenho em 2018.

Outro dado que merece destaque é a variação de vendas mês a mês. Janeiro foi responsável por 16,1% das vendas do semestre, fevereiro por 15,2%. O relatório apresenta também as vendas por dispositivos, sendo que a maior parte dos usuários utilizou o desktop para finalizar a compra, fazendo com que o canal representasse 69,1% das conversões totais do varejo online neste primeiro semestre. Enquanto isso, 30,9% dos brasileiros comprou através de smartphones.

Crédito das imagens: Reprodução.