“Luxury Resale Report 2019” aponta Gucci como a marca mais buscada do ano

Quem acompanha as notícias ligadas ao segmento de moda e de luxo sabe que, entre as mais importantes grifes fashion da atualidade, a Gucci ocupa uma posição de destaque. Especialmente após a chegada do estilista Alessandro Michele, em 2015, a grife italiana que pertence ao grupo Kering vem se consolidando como uma das mais relevantes marcas de moda em todo o mundo.

Divulgado recentemente, o Luxury Resale Report 2019, estudo desenvolvido pela plataforma de consignação de luxo TheRealReal, confirma essa realidade e aponta a Gucci como a marca mais buscada ao longo do último ano. Com um exponencial aumento de 225% em relação ao ano anterior, a grife ocupou o primeiro lugar nas pesquisas da plataforma. Na segunda e na terceira posição ficaram, respectivamente, duas marcas francesas: Louis Vuitton e Chanel.

A Gucci (no alto da página) foi a marca mais buscado do ano segundo o Luxury Resale Report 2019, em contrapartida, os Apple Watches registraram uma queda acentuada, mostrando novos interesses dos consumidores

Conforme declaração de Rati Levesque, COO da The RealReal, publicada na imprensa a marca italiana “criou com sucesso uma marca que reflete os valores de sua crescente comunidade. Ela tomou atitudes corajosas, como banir as peles de animais, ela promove ações cívicas e apoia a igualdade de gêneros. Isso, juntamente com o maximalismo ousado que continua sendo único entre um campo lotado de marcas de luxo disputando a atenção para conquistar os millennials, fez da Gucci a marca de luxo para uma nova geração”.

Outra informação bastante significativa sobre as tendências de consumo diretamente ligadas ao segmento de tecnologia foi a redução do interesse pelos relógios inteligentes. Somente os Apple Watches registraram uma queda de 94% em sua procura, ainda que a busca por relógios tenha aumentado, mostrando a mudança de interesse dos consumidores.

Crédito das imagens: Reprodução.