Louis Vuitton se mantém na posição de marca de luxo mais valiosa do mundo

No segmento de luxo, assim como ocorre em diversos outros nichos mercadológicos, as principais marcas do setor tendem a oscilar na preferência do público e nos resultados de faturamento. Um bom exemplo disso é a Gucci que, em décadas passadas, enfrentava uma séria instabilidade institucional e, atualmente, se tornou uma das principais referências do segmento de moda.

Entretanto, nos últimos anos, uma posição parece definida e consolidada no mercado de luxo: a de marca mais valiosa. É o que indica uma pesquisa recentemente divulgada pela BrandZ que registrou a Louis Vuitton como dona de um patrimônio líquido superior a 47 bilhões de dólares. Esse montante, aliado ao fato da grife francesa ter crescido cerca de 15% em relação ao ano anterior, fazem da Louis Vuitton a marca mais valiosa do mundo no segmento de luxo.

Os produtos da Louis Vuitton (no alto da página e acima) vêm conquistando os públicos tradicionais e, também, os mais jovens, o que explica grande parte do sucesso da marca

Entre os principais motivos elencados pelo estudo para a posição de destaque da marca francesa no mercado de alto padrão em todo o mundo é a capacidade de entender a totalidade de seus clientes, ou seja, ao mesmo tempo em que a grife reafirma seus valores clássicos em busca dos clientes mais tradicionais, também aposta em inovação e criatividade para conquistar os consumidores mais jovens.

Outros ícones do mercado de luxo também se destacaram nas primeiras posições entre as marcas mais valiosa do mundo. A Chanel, na segunda posição, teve seu patrimônio calculado em 37 bilhões de dólares e no terceiro lugar do ranking ficou a Hermès com 31 bilhões de reais em patrimônio. Yves Saint Laurent, Dior, Cartier, Burberry, Rolex e Prada foram outras marcas citadas na pesquisa entre as mais valiosas do segmento.

Crédito das imagens: Louis Vuitton-Instagram/Reprodução.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.