Lamborghini limitará o número de carros à venda para manter a exclusividade

Um dos atributos mais valorizados do mercado de luxo é a exclusividade, por isso, algumas marcas ao, ao longo da história, já utilizaram como estratégia diminuir a quantidade de produtos postos a venda justamente com o objetivo de preservar o esse sentimento por parte dos seus clientes.

Foi o que aconteceu recentemente com a Lamborghini, quando Stefano Domenicali, CEO da marca italiana, afirmou que manter a raridade dos carros as vendas serão limitadas. Domenicali ressaltou que, neste ano, a montadora deve atingir o número de oito mil carros vendidos, mas, o limite estabelecido pela própria Lamborghini é de dez mil unidades.

Outra informação interessante passada pelo CEO da marca e que, de certa forma, vai contra a corrente atual da indústria automobilística, é que a Lamborghini não possui planos a curto prazo para construir veículos elétricos. Segundo Stefano Domenicali, os clientes da marca não estão interessados nessa inovação atualmente.