“Jardins verticais” se tornam tendência na decoração

Levar uma vida urbana não necessariamente precisa ser sinônimo de viver imerso nas paisagens cinzas do asfalto e dos grandes arranha-céus. A decoração pode levar a natureza para dentro de casa e criar um espaço de refúgio e aconchego. Um exemplo disso é a parede verde, também conhecida como jardim vertical, que se tornou tendência absoluta de decor há algumas temporadas e promete continuar com tudo.

O jardim vertical é uma estratégia de paisagismo que pode ser aplicada em paredes internas ou externas e consiste em cobri-las por vegetação. Segundo a arquiteta Val Ruon, o que fez com que essa técnica ganhasse tanta evidência foi justamente a possibilidade de trazer a natureza para perto, especialmente em apartamentos, onde a área verde é mais limitada. “Sempre recebo um feedback positivo dos meus clientes que transformam o ambiente onde o jardim vertical é instalado em um canto de descanso, leitura, um refúgio mesmo”.

Um importante benefício da tendência é a possibilidade de aplicação em praticamente qualquer ambiente. Mas a dica da profissional é escolher espaços que sejam privilegiados pela iluminação natural. “Sacadas, varandas cobertas ou paredes próximas de janelas são os locais mais estratégicos”, afirma Val. Isso porque a luz do sol potencializa a beleza e o efeito da vegetação.

Em relação à estética, existem peças de decoração que são perfeitas para compor o ambiente com parede verde. A arquiteta destaca os bancos, city garden, cadeiras de balanço, lanternas no chão, livros e outros acessórios que contribuam com essa atmosfera bucólica.

Uma preocupação muito comum quando se trata de jardim vertical é em relação aos cuidados necessários para sua manutenção. Para resolver essa questão, hoje estão em voga as paredes verdes permanentes. “As plantas permanentes que nós trabalhamos têm textura, cores e acabamentos cada vez mais próximos das naturais”, destaca Preta Maciel, proprietária da loja Campestre Flores & Decor. Ela explica que com a vegetação permanente, é mais fácil manter a parede sempre impecável, sem a necessidade de irrigação, de substituir as plantas que não se desenvolvem por falta de luminosidade ou de retirar folhas que caem no chão.

“Jardim vertical permanente é uma alternativa muito prática para aderir a essa tendência, especialmente para pessoas que passam o dia fora ou viajam muito, tendo pouco tempo para cuidar de plantas naturais”, finaliza Preta Maciel.

Crédito das imagens: Divulgação.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.