Grupo Kering investe na sustentabilidade ligada ao segmento de moda

Que a sustentabilidade ambiental e social se tornou uma das mais importantes palavras de ordem do segmento de moda e de luxo já não é mais novidade. O interesse dos consumidores pelos produtos com menos impacto aliado às inovações das marcas em busca de uma cadeia produtível mais saudável vem impactando diretamente o setor em todo o mundo.

Nesse panorama, o Grupo Kering, um dos mais importantes conglomerados de marcas de luxo que, entre outras marcas é o gestor da Balenciaga e da Gucci, divulgou recentemente que está consolidando uma parceria com a organização sem fins lucrativos The Savory Institute com o objetivo de potencializar ainda mais os conceitos e os modos de operação da chamada agricultura regenerativa no que diz respeito ao segmento fashion.

De acordo com a diretora de Sustentabilidade e de Assuntos Institucionais Internacionais da Kering, Marie-Claire Daveu, esta modalidade agricultura é “uma solução com muitos benefícios, que apoia as ambições de sustentabilidade da Kering para mitigar nossos impactos ambientais e entregar resultados positivos ao longo de nossa cadeia de suprimentos. Estamos orgulhosos de colaborar com a Savory para sermos pioneiros em soluções inovadoras e baseadas na natureza para a moda, como parte de nosso compromisso mais amplo de contribuir para a solução dos desafios globais do nosso setor em torno da biodiversidade e das mudanças climáticas”.

Os novos protocolos de sustentabilidade que o Grupo Kering pretende seguir em toda sua cadeia produtiva englobam desde a produção de lã de forma mais sustentável a reversão da degradação do solo e a realização de ações em favor do aumento da biodiversidade em diversas regiões. Os esforços da Kering unem-se a iniciativas de uma série de outras marcas em busca de um setor ainda mais produtivo e sustentável.

Crédito da imagem: Divulgação Gucci.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


Kering invests in sustainability linked to the fashion segment

That environmental and social sustainability has become one of the most important slogans of the fashion and luxury segment is no longer new. Consumer interest in less impacted products coupled with brand innovations in search of a healthier supply chain has directly impacted the industry around the world.

In this context, the Kering Group, one of the most important conglomerates of luxury brands that, among other brands is the manager of Balenciaga and Gucci, recently announced that it is consolidating a partnership with the non-profit organization The Savory Institute with the objective of further empower the concepts and modes of operation of the so-called regenerative agriculture with regard to the fashion segment.

According to Kering’s Director of Sustainability and International Institutional Affairs, Marie-Claire Daveu, this farming modality is “a multi-benefit solution that supports Kering’s sustainability ambitions to mitigate our environmental impacts and deliver positive results over the long term.” of our supply chain. We are proud to collaborate with Savory to pioneer innovative, fashion-based solutions for nature as part of our broader commitment to addressing the global challenges of our industry around biodiversity and climate change. “

The new sustainability protocols that the Kering Group intends to follow throughout its production chain include from the wool production in a more sustainable way the reversal of the degradation of the soil and the accomplishment of actions in favor of the increase of biodiversity in several regions. Kering’s efforts are joining initiatives from a number of other brands in pursuit of an even more productive and sustainable industry.

Leave a Reply

Your email address will not be published.