Exposição “Je suis un couturier” celebra a obra de Azzedine Alaïa

Até o dia 10 de Junho de 2018, no número 18 da rue de la Verrerie das 11 às 19hs, a casa onde morou e trabalhou Azzedine Alaïa, estará aberta para a exposição ” Je suis un couturier”

O nome foi tirado da icônica frase que ele costumava dizer: “Je ne suis pas un stylist je suis un couturier” (Eu não sou um estilista eu sou um costureiro).

Um total de 41 peças estão expostas, escolhidas por Olivier Saillard, ancien directeur du Palais Galliera, verdadeiras obras de arte, que foram criadas entre 1981 e 2017. Expostas em cabines transparentes como se fossem joias, e não são?

A maioria das peças é em tecido preto ou branco. Vale a pena visitar, dedicar o tempo e o olhar para cada peça e apreciar todos os detalhes arquitetônicos da costura, por um artista que dominava a técnica com perfeição do começo ao fim do processo.

Alaïa faleceu em 18 de Novembro de 2017, aos 77 anos. Seu último desfile foi apresentado em Julho e aberto por Naomi Campbell que o chamava afetuosamente de pai.

Confira a galeria com imagens da exposição.