Entrevista Barbara Paz

barbara-paz-e-capa-da-revista-criativa-abril2011-1301675972655_1024x768

Barbara Paz está em um período maravilhoso em sua carreira, saiu de uma novela de sucesso como Amor a Vida e agora mergulha de cabeça, mais uma vez, no Teatro, sua casa como a atriz mesma diz em nossa entrevista. Confira esse bate papo com a atriz gaucha cheia de simpatia e bom humor:

TL: Você acabou de sair de uma novela de sucesso, qual foi sua preparação para esse papel? Como foi essa transição?

BP: Eu sou uma atriz mais de teatro, faço mais teatro que televisão, eu estou com duas peças agora A Toca do Coelho e Vênus em Vison, viajando com duas, cada final de semana viajava com uma, pra mim nunca houve essa transição pois fazia Amor a Vida e fazia o teatro, e o teatro alimenta o ator, é o alicerce, dá mais bagagem, deixa preenchida para chegar na tv mais completa. Fazer Amor a Vida foi ótimo, o núcleo deu muito certo, a novela acabou em janeiro e ninguém esquece, pois foi muito boa. E quando você vem pro palco, você vê a recepção do trabalho da tv, as pessoas vem te ver no teatro mas falam muito da personagem da tv.

TL:  Você já participou de diversas novelas , reality show, programas de tv, etc… O que te fascina sobre o teatro?

BP: O teatro é minha casa, é a base, comecei a fazer teatro com 17 anos, são mais de 25 peças. O grande público me conhece da televisão, mas porque eles não tem acesso ao teatro e quando entrei nessa peça, o papel era da Maria Fernanda Cândido, e o Dan (diretor de A Toca do Coelho) falou: Tenho uma peça que é a sua cara. E quando surgiu essa oportunidade, pensei: Vamos tentar. E quando li o texto, eu tinha visto essa peça em Nova Iorque com a Cynthia Nixon, no cinema quem fez esse papel foi a Nicole Kidman que foi indicada ao Oscar, pensei:  Preciso fazer essa peça, a personagem e a peça são apaixonantes e sempre quis trabalhar com o Giane. Esse papel é muito oposto do que tenho feito no teatro, estou com a comédia Vênus em Vison, uma peça da Broadway que me deu indicação ao prêmio de teatro Shell, estou fazendo também Hell as vezes, que é uma peça sobre uma menina francesa consumista que se passa na noite rock n roll. Isso que me atrai de fazer A Toca do Coelho, esse drama intimista, esse desafio, mas também tem muito humor, a atriz que faz minha mãe tem faz uma personagem engraçada pra quebrar o drama, trazer a leveza. E o Dan dirigiu a peça muito bem, de uma forma muito bonita, isso que me chamou para fazer a peça, entrar nessa família.

2753838-image

TL: Você tem uma ligação muito forte com a moda, principalmente pelo seus papéis na tv, qual sua Maison de luxo favorita, como você define seu estilo? ​

BP: Eu sou muito inconstante, mas tenho um estilo próprio, muito meu, eu sou ligada a moda, mas não sou presa a ela, misturo muito coisa vintage com uma Prada, por exemplo. Algo da Zara com Reinaldo Lourenço. Eu gosto muito da moda brasileira, tem designers que sou fiel, marcas de minas gerais. Fazendo a Edith recebi muitas peças de marcas do Brasil todo, e acho que eu daria uma ótima estilista, eu gosto de fazer figurino, quando era pequena eu costurava. Não tenho definição de estilo, gosto de alfaiataria, masculino/feminino, você vai mudando a casca durante os anos, e hoje sou muito mais eu, porque nesse meio as vezes você acaba vestindo o que não quer.

TL: Qual momento da sua vida você considera um luxo?

BP: Foi estar no Japão, lá é uma mistura incrível, a moda é impressionante. Fiquei enlouquecida, lá eu não pensei o quanto estava gastando, não fiz contas. Pensei: quando eu iria voltar ao Japão? Eu fui gravar uma novela lá pela Rede Globo, 10 dias, cometi loucuras, comprei uma coisa em uma casinha em um templo em Kyoto com um senhorzinho, vi uma peça e falei: Nossa que incrível quero comprar isso! Ele falou um valor e eu achei que havia entendido, passei no cartão, quando eu cheguei no Brasil, o que eu havia achado que tinha pago R$ 500 acabou sendo R$ 5.000. Era um cachimbo de ópio, antigo que usavam na guerra, fino, estilo uma folha. Achei lindo, ele me explicou que era de 1910, uma peça de arte. Eu dei de presente para um amigo colecionador. Falei: Cuide bem dele porque foi um Luxo!

TL: O que é luxo para Barbara Paz?

BP: Luxo pra mim é você estar se sentindo bem, ter um bom jantar, uma alimentação saudável, estar feliz com você, oferecer um jantar para alguém que você ama, se doar alguns minutos para alguém

20130520-021351

Deixe um comentário

Your email address will not be published.