E-commerce e geração millennial são destaques no mercado de luxo em 2018

Conforme com os principais relatórios e pesquisas publicados no início do ano, o mercado de luxo iria apresentar bons resultados. Agora que estamos nos encaminhando para a reta final de 2018, os estudos comprovam que as previsões foram assertivas e o segmento, realmente, registrou números extremamente positivos.

De acordo com a da 17ª edição do Estudo de Luxo da Bain & Company, produzido através de uma parceria com a Fondazione Altagamma e publicado na última semana, o setor global de alto padrão, que além dos bens também inclui os serviços prestados na área, apresentou um crescimento de aproximadamente 5% e somente o segmento ligado aos bens pessoais de luxo deve fechar o período com 260 bilhões de euros negociados.

Se mais uma vez a China liderou o consumo dos produtos de alto padrão sendo responsável por um total aproximado de 32 bilhões de euros, tendo as vendas crescendo à margem de 18% durante o ano, as Américas também chamaram a atenção pelos bons resultados. No continente, Canadá e México foram os destaques e, infelizmente, a instabilidade política que marcou o período no Brasil não contribui para os bons resultados.

E por falar em destaques, o comércio online mais uma vez apresentou índices de crescimento que superaram na maioria dos segmentos os resultados das lojas físicas. O setor marcou um aumento estimado superior a 22% em relação ao ano passado e os Estados Unidos foram o grande destaque nas aquisições de produtos de luxo via e-commerce. De acordo com Federica Levato, uma das realizadoras do estudo, “as novas tecnologias estão ao mesmo tempo enriquecendo as experiências de compras on-line e móveis, enquanto potencialmente colocam o papel dos canais físicos em risco”.

Outra informação que chamou a atenção no relatório foi a consolidação da geração millennial como um dos maiores públicos alvo dos produtos de luxo. Em 2018 sua participação no mercado superou em 15% os n úmeros do ano passado.

Ainda que os dados divulgados no estudo não apresentem nenhuma grande surpresa, eles comprovam as tendências e caminhos do setor de alto padrão para o futuro. Dessa forma, investir no comércio virtual e apostar nas novas gerações, sem dúvidas, são ações estratégicas para as organizações que pretendem fazer sucesso no mercado.

Crédito da imagem: Harry Stiles/Gucci Divulgação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.