Dia Nacional do Café celebra uma história repleta de tradição, inovação e luxo

Nesta sexta-feira, 24 de maio, se celebra o Dia Nacional do Café, data que homenageia a bebida que é uma verdadeira paixão dos brasileiros. E não é exagero afirmar que a paixão é mundial. Afinal de contas, o café é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo.

A planta de café tem sua origem na Etiópia, mas foi a Arábia a grande responsável pela propagação da cultura do café. Embora a bebida tenha chegado ao continente Europeu somente no século XIV, época em que era conhecido como vinho da Arábia, manuscritos antigos relatam o cultivo do café desde o ano 575. O consumo do café como conhecemos na atualidade, porém, só teve inicio no século XVI quando os primeiros grãos de café foram torrados para se transformar em bebida.

Com o passar dos séculos, o hábito de tomar um cafezinho ganhou em estilo e classe. Não é a toa que o café, na atualidade, se tornou a atração principal de diversas lojas e estabelecimentos dedicados ao prazer de saborear a infusão dos grãos de café com a água. Além das lojas especializadas na venda dos cafés de luxo, também conhecidos como café gourmet, o produto desfruta de um espaço privilegiado nas prateleiras de supermercados, empórios e delicatassens.

Mas as relações desta bebida que faz parte da história humana com o mercado de luxo possui muitas outras ramificações. Uma das mais recentes é a coffee art, também conhecida como latte art, em que talentosos baristas criam as mais belas figuras na superfície das bebidas feitas à base de café espresso.

Atemporalidade, universalidade, excelência, originalidade, qualidade e tradição são atributos dos bens de luxo e, também, dos melhores cafés

Historicamente, o Brasil sempre foi uma referência quando o assunto é café. No país existem sofisticados centros de estudos e pesquisa que ministram cursos para ensinar os mais apaixonados a reconhecer as sutilezas de aromas, sabores e influências nos grãos. O interessante internacional pelo mercado brasileiro é tão grande que, há alguns anos, uma das mais conhecidas redes de cafeterias do mundo elegeu o país como um dos mercados prioritários para a expansão da marca.

Outro aspecto que torna o café ainda mais próximo dos bens de luxo é a série de atributos que ambos compartilham. Atemporalidade, universalidade, excelência, originalidade, qualidade e tradição são algumas das principais características que definem um produto de alto padrão e que, por sua vez, também podem ser atribuídas ao café e a algumas das mais renomadas marcas da bebida.

Neste dia em que se celebra a bebida, nada melhor do que se deliciar com ele puro, com leite, açúcar, licor ou até mesmo uísque no melhor estilo irlandês. O importante é deixar-se envolver pelo aroma, o sabor e o luxo de um bom café.

Crédito das imagens: Reprodução.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.