Da Broadway para o Brasil: renomado musical OS PRODUTORES reestreia em São Paulo com nova formação

Miguel Falabella, Danielle Winitis e Marco Luque apresentaram cenas exclusivas durante coletiva de imprensa

“O teatro musical é a morada da alegria”. E com essa citação de Miguel Falabella começava a coletiva de imprensa de Os Produtores no Teatro Procópio Ferreira. Jornalistas, fotógrafos e colunistas se reuniram em meio às cadeiras do espaço para acompanhar o elenco composto também por Danielle Winits e Marco Luque.

A peça é um revival do clássico de Mel Brooks e Thomas Meehan (1968) que ganhou vida na Broadway em 2001 e virou filme em 2005 – com Matthew Broderick, Uma Thurman e Will Ferrel. Falabella conta que na época, 17 anos atrás, teve a oportunidade de assistir o musical e saiu com a ideia fixa de produzir algo com a mesma relevância no Brasil. Foi assim que em 2007 a adaptação nacional passou por cidades como São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro e levou mais de 200 mil pessoas ao teatro.

“Há dez anos tudo vinha da Argentina. Cenários e figurinos. Hoje é tudo nosso porque os musicais se tornaram uma realidade. Empregamos muita gente e também por isso é fundamental manter o gênero vivo. Isso é civilização! Chegar numa cidade e ter todo tipo de teatro, um leque de opções. Um revival desse musical é apostar em algo que está dando certo”, comenta Falabella.

A produção volta repaginada para essa temporada e basicamente tudo é novo. São mais de 16 cenários, 350 peças de figurino, 60 perucas e uma orquestra de 11 músicos. Ao total são 25 atores e 100 pessoas na equipe técnica.

A grande expectativa está nesse novo casamento com Danielle Winits e Marco Luque. A atriz havia sido convidada para o musical de 10 anos atrás, mas por conta da gravidez teve que adiar sua estreia como Ulla e Juliana Paes assumiu o papel. Ao relembrar o episódio, Winits se emocionou.

“Foi um presente que voltou na minha vida. A beleza de uma releitura é que cada um faz uma leitura do personagem. Eu assisti a montagem nos Estados Unidos e no Brasil com a Juliana Paes. Assim que soube do revival me coloquei à disposição e fiquei na ansiedade do convite. Depois de 10 anos estou aqui dando a minha cor para Ulla e fazendo história com esses atores”.

A coletiva foi marcada pelo jeito irreverente de Miguel Falabella, que arrancou gargalhadas ao contar cenas, bastidores e histórias do seu dia a dia como diretor do espetáculo. O jeito icônico de Marco Luque também se fez presente durante o bate papo. O humorista contou que chegou a assistir a peça com Vladimir Brichta interpretando o papel, mas que tentou achar o seu próprio Leo Bloom.

“A maior dificuldade foi fazer coisas extremamente novas, que é cantar, fazer coreografia, contracenar com entradas e saídas de cenários. No stand up são monólogos, presenças individuais e agora contraceno com esses feras, além do corpo de baile. Muito bom sair da zona de conforto e se arriscar. Faz parte da evolução profissional”.

A reestreia de Os Produtores está marcada para 20 de abril e ficará em curta temporada no Teatro Procópio Ferreira em São Paulo. A produção segue para o Rio, onde fica em cartaz a partir do dia 13 de julho no Viva Rio. Ingressos disponíveis em www.ingressorapido.com.br