A competitividade no mercado de alto padrão

1

Uma informação recentemente veiculada na imprensa internacional destacou a nova realidade do segmento de telefonia celular. Após cinco anos de reinado absoluto, o iPhone não foi o smartphone mais vendido no mercado chinês. De acordo com as informações publicadas pelo Counterpoint Research, no ano de 2016 a marca Oppo R9 superou os aparelhos da Apple em número de vendas.

E a diferença nos índices foi bastante expressiva. Enquanto a marca da maçã vendeu 12 milhões de aparelhos, sua rival foi responsável pela distribuição de mais de 17 milhões de celulares. A diferença registrada acendeu uma espécie de sinal de alerta na Apple, uma vez que o resultado foi ainda mais preocupante devido ao crescimento do mercado. Ou seja, aumentaram os clientes e a Apple reduziu suas vendas.

As oscilações nas vendas comprovam que a competitividade é uma das características mais marcantes do mercado, e isso também serve para o segmento de luxo. Na economia atual, não existe marca imbatível, ou seja, que se perpetua eternamente em primeiro lugar. É preciso entender permanentemente o mercado e criar estratégias para conquistar novos clientes e fidelizar os atuais.

Uma das ferramentas mais utilizada pelas grandes marcas é a diversificação dos produtos. Basta ver o portfólio das principais empresas de luxo do mundo para entender que atuar em vários segmentos aumentam as chances de sucesso. Um dos maiores exemplos de diversificação ocorre com a Pierre Cardin, que em todo o mundo tem dezenas e dezenas de produtos licenciados nas mais diversas áreas.

O conceito de um produto de luxo surge através da união entre cultura, excelência e criatividade. Por isso, a competitividade é um fator tão preponderante no mercado atual, já que a criatividade surge em todos os momentos, em todos os lugares e para todas as marcas.

Por último, vale uma reflexão: será que o declínio das vendas da Apple não possui ligação direta com a ausência de Steve Jobs? Afinal de contas, o criador da marca também foi o responsável pela produção e pelo lançamento de alguns dos mais criativos e competitivos produtos que utilizamos nos dias de hoje. Como, por exemplo, o iPhone.

Leave a Reply

Your email address will not be published.