Autocuidado ganha grande espaço na rotina dos apaixonados por beleza

Segundo pesquisas que começam a ser publicadas sobre o comportamento do consumidor frente ao chamado “novo normal”, existe uma busca mais acentuada das pessoas pelo chamado DIY.

DIY significa “Faça Você Mesmo (Do It Yourself, do inglês). Com o isolamento social, o contato físico enfrentará sim algumas barreiras, temporariamente. Em mercados onde já existe uma reabertura gradual, muitos são os que ainda preferem evitar certos tipos de ambiente com aglomeração.

Mas e a beleza, como fica? 

Por um lado, clínicas e salões seguem fechados em boa parte do país, tentando se adequar ao que técnicos da saúde recomendam antes de retomar com força total. Enquanto isso, dentro de casa, a revolução acontece na forma como encaramos o skincare, o cuidado com os cabelos, as unhas e o bem-estar. O “faça você mesmo” chega então para dar uma pausa na ansiedade instaurada, assim como resolver problemas que se acentuaram durante o período.

Respeitando as singularidades

A grande mudança dentro da beleza é a forma como nos enxergamos. “Essa onda de encarar suas características físicas com respeito e amor já vinha se formando há bastante tempo. Com a pandemia, que pode funcionar como um acelerador de processos, vemos as mulheres convivendo melhor com seus cabelos brancos, dando mais tempo para si, ao passar um creme (enquanto meditam ou assistem uma série), cuidar das unhas e tratar do cabelo. É um momento de descompressão dentro de um cotidiano tão incerto e cheio de ansiedade. A beleza entrou, nos últimos meses, muito mais no campo do autocuidado – físico e mental”, diz Edy Guimarães, esteticista famosa por atender celebridades, como Rafa Brites e Dani Calabresa.

Novos hábitos

Os pensamentos negativos e a irritabilidade são dois fatores extremamente prejudiciais para a qualidade do nosso sono, algo que também foi bastante afetado com a pandemia. Mas dá para aplicar passos na rotina que vão melhorar a qualidade do período de descanso? Segundo o farmacêutico homeopata Jamar Tejada a resposta é positiva. “Durante o dia, separe um tempo para praticar exercícios, ajudando a aliviar as tensões e o estresse. Também é importante aprender a lidar com os pensamentos negativos. Eles são persistentes, por isso, foque sua atenção nas coisas que estão acontecendo agora, não nas que podem acontecer. Antes de dormir, você pode fazer o uso de infusões e óleos aromáticos, em difusores, para ajudar a desacelerar e acalmar o organismo”, diz o especialista.

Na cabeça e nas unhas

Você tem sentido os cabelos caindo além do normal durante a quarentena? “É possível que a queda capilar tenha se acentuado com a chegada do outono e o estresse dos últimos tempos”, diz Cris Dios, cosmetóloga e tricologista. Para a especialista, cuidar do couro cabeludo, com tônicos e argilas, é um passo importantíssimo contra tal quadro, mas que muitas vezes é esquecido por mulheres e homens. “Além do cuidado, é importante ter em mente que a alimentação equilibrada tem papel fundamental para a saúde e beleza dos fios”, completa.

Além da saúde dos fios, a alimentação equilibrada também interfere no viço e saúde da pele. Muitos são os que relatam o aumento da acne durante a quarentena, período em houve um incremento de consumo de doces e alimentos ricos em gordura. 

As unhas também têm sofrido, já que estamos lavando muito mais as mãos (o que é ótimo para a higiene) e usando álcool em gel, que pode ressecar se não for combinado com o uso de hidratantes.

Mas é importante salientar que o hidratante deve ser utilizado longe do momento de aplicação do álcool. Eu estou deixando para fazer esse passo antes de dormir, pois sei que ficarei um longo período com o creme agindo na área.

Nos pés

Como o autocuidado atual está muito mais relacionado com o prazer do que com pigmentos, pequenos gestos de carinho com o corpo melhoram o humor e o relaxamento. Prático e rápido para ser colocado no dia a dia, segundo a dermatologista Adriana Cairo, está o escalda-pés. É preciso apenas de uma bacia para encher de água morna, preparar um chá com ervas calmantes, como camomila ou erva-doce, e algumas gotas de óleos essenciais de sua preferência para fazê-lo. “Agora é só ligar um episódio da sua série favorita, enquanto as ervas vão relaxar a pele (que deve estar com aquela sensação dura causada pelo frio). Os óleos vão ajudar na hidratação”, conta a médica, proprietária de sua clínica homônima no Ipiranga, em São Paulo.

Para quem busca mais resultado além da sensação relaxante, pode aproveitar a pele macia, quentinha e úmida para massagear os pés com um creme esfoliante, que vai remover as células mortas e estimular a circulação.

Dê uma pausa nas tensões, respire fundo e relaxe! Tais cuidados ajudam a manter o equilíbrio, tão escasso atualmente.

Galeria de cuidados:

  1. Cuidando da ponta do cabelo: Liquid Diamond Serum L’Officiel;
  2. Para o rosto: Creme Facial Guerlain Matificante Diurno Antirrugas Abeille Royale;
  3. Contra a ansiedade: óleo essencial de lavanda, doTERRA;
  4. No ambiente: Aura Zen Vegana – Spray para ambiente com óleo essencial de cedro, lavanda e laranja doce
  5. Unhas fortes: ISDIN SI-Nails – fortalecedor de unhas em caneta;
  6. Proteção: Espuma Higienizadora YMBU, Feito Brasil – limpeza a seco para as mãos;
  7. Na raiz: Tônico Capilar Nutri Scalp LCS Hair Care
  8. Bons sonhos: Fórmula floral do Sono AlkhemyLab;
  9. Para fazer automassagem: Óleo corporal hidratante e iluminador J. LOM;