As inovações do segmento de automóveis de luxo em tempos de sustentabilidade

No mercado de luxo contemporâneo, não são apenas os produtos que mudam e se reinventam. A própria forma de encarar e entender os produtos também sofre alterações com o passar do tempo e novos conceitos passam a ser incorporados na ideia geral de um produto.

Se um bem de luxo notadamente é algo que se pode tocar, como por exemplo, um relógio, uma bolsa ou um carro, ele também é composto por características intangíveis, ou seja, algo que vai além do produto em si e dialoga direto com os novos anseios e desejos dos clientes e consumidores. No segmento de automóveis de luxo, a questão da sustentabilidade já se consolidou como uma prioridade entre as marcas de alto padrão que, cada vez mais, buscam inovações que incorporem aos modelos mecanismos que diminuam o impacto ambiental.

Uma pesquisa recentemente divulgada pela locadora de veículos Movida, entretanto, abre uma nova perspectiva no panorama do setor já que indica que o aluguel de um automóvel de luxo pode resultar em uma economia de 30% para o usuário na comparação com a compra.

O estudo levou em conta uma pluralidade de temas como, por exemplo, os rendimentos de aplicações financeiras, que poderiam continuar rendendo enquanto se utiliza um veiculo alugado, e os custos de manutenção, seguros e impostos. Veículos de algumas das principais marcas de luxo foram analisados e os resultados foram semelhantes.

Embora possam existir restrições quanto a forma com que o estudo foi concebido, é fato que ele indica a consolidação de uma tendência nos novos tempos. Sustentabilidade e compartilhamento se tonaram palavras de ordem no mundo contemporâneo e a ideia de alugar um carro de luxo, ao invés de comprar, dialoga de forma precisa com esse novo momento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.